Bill Evans The Solo Sessions, Vol. 1 – (Full Album)

Severino Araujo024

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

The Solo Sessions, Vol. 1 – Bill Evans (Full Album)

1. What Kind of Fool Am I?
2. Medley: My Favorite Things/Easy to Love/Baubles, Bangles, & Beads
3. When I Fall in Love
4. Medley: Spartacus Love Theme/Nardis
5. Everything Happens to Me
6. April in Paris

William “Bill” John Evans (Plainfield, 16 de agosto de 1929 — Nova Iorque, 15 de setembro de 1980) foi um pianista americano, considerado um dos mais importantes músicos de jazz da história, sendo até hoje uma das referências do piano de jazz pós-50.

Seu uso da harmonia impressionista, suas interpretações inventivas do repertório tradicional de jazz e suas linhas melódias sincopadas e polirrítmicas influenciaram toda uma geração de pianistas, incluindo Herbie Hancock, Denny Zeitlin, Chick Corea e Keith Jarrett. Seu trabalho continua a influenciar jovens pianistas como Fred Hersch, Esbjörn Svensson, Bill Charlap e Lyle Mays, e músicos que tocam outros instrumentos, como o guitarrista John McLaughlin.

Biografia

Sua mãe era pianista amadora com interesse em compositores clássicos modernos, o que originou sua formação clássica ao piano aos 6 anos de idade. Aprendeu flauta aos 13 anos e também tocava violino.

Nos anos 40, tocou boogie woogie em vários clubes novaiorquinos. Recebeu uma bolsa na Southeastern Louisiana University e se formou em 1950 em piano e ensino de música. Mais tarde, estudou composição na Mannes College of Music. Após algum tempo no exército, tocava em vários clubes de dança com clarinetistas e guitarristas de jazz.

Trabalhando em Nova Iorque nos anos 50, Evans ganhou fama como sideman em bandas tradicionais e as chamadas Third Stream.

Durante esta época, ele teve a oportunidade de gravar em vários contextos com alguns dos maiores nomes do jazz, entre eles George Russell, Charles Mingus, Oliver Nelson e Art Farmer.

Em 1956 lançou seu álbum de estréia, New Jazz Conceptions, para a Riverside Records, já incluindo aquela que se tornaria a sua mais conhecida composição, “Waltz for Debbie”.

Em 1958, Evans era o único músico branco no afamado sexteto de Miles Davis. Apesar da pouca duração ( foram só 8 meses) foi uma das colaborações mais frutíferas da história do jazz. Fruto dessa colaboração é o álbum Kind of Blue (lançado em 1959), do qual participaram também Cannonball Adderley (saxo alto), John Coltrane (saxo tenor), Paul Chambers (baixo) e Jimmy Cobb (bateria). A Kind of Blue é o álbum mais vendido da história do jazz. Evans deixou o sexteto por conta de seu desejo de trabalhar em projetos próprios, pelos problemas com o uso de drogas e conflitos com outros membros da banda.

No começo dos anos 60 Evans liderou um trio com o baixista Scott LaFaro e o baterista Paul Motian, um dos mais aclamados trios de jazz de todos os tempos. Gravaram Portrait in Jazz, (1959), Explorations, Sunday at the Village Vanguard e Waltz for Debby, todos em 1961.

A morte prematura de LaFaro, aos 25 anos de idade, num acidente automobilístico, lançou Evans e Motian numa profunda crise, com uma interrupção no trabalho em trio, da qual começaram a sair com a chegada do contrabaixista Chuck Israels.

Bill tocou também com Jim Hall, Freddie Hubbard, Stan Getz, com orquestras dirigidas por Claus Ogerman, e com Tony Bennett.

Sua carreira foi encurtada devido a problemas com drogas, que minaram severamente sua saúde; no entanto, Evans conseguiu manter um alto padrão de qualidade musical em sua discografia. Bill Evans teve uma filha fora do seu casamento, com um brasileira, nesta época conturbada de sua vida. Ela era baixista e professora de música em NY. O nome dela é Mary e sua filha chama Simone que também é musicista.

De acordo com o famoso crítico de jazz Joachim E. Berendt, Evans foi o primeiro pianista moderno “modal”. Seu fraseado elegante e suas harmonias sofisticadas indicam influências de Debussy, Ravel e, recuando um pouco no tempo, até mesmo Chopin.

Morreu de insuficiência hepática e hemorragia interna provocadas pelo uso continuado de heroína e cocaína.

Discografia

Riverside Records
New Jazz Conceptions (1956)
Everybody Digs Bill Evans (1958)
Green Dolphin Street (1959, só lançada nos anos 70)
Portrait in Jazz (1959)
Explorations (1961)
Sunday at the Village Vanguard (1961)
Waltz for Debby (1961)
How My Heart Sings (1962)
Interplay (1962)
Moonbeams (1962)
Conversations With Myself (1963)
The Solo Sessions (2 volumes 1963)
At Shelly’s Manne Hole (1963)
Waltz for Debby (com Monica Zetterlund) (1964)
United Artists Records
The Ivory Hinters (com Bob Brookmeyer (piano)) (1959)
Undercurrent com Jim Hall (1963)
Verve Records
Trio ’64 (1964)
Trio ’65 (1965)
Bill Evans Trio with Symphony Orchestra (1965)
Bill Evans at Town Hall (1966)
Intermodulation (com Jim Hall) (1966)
MPS Records
Symbiosis (1974)

Publicado em CRRochaGuitar Channel-(My Videos) | Etiquetas , , , , , , | Deixe o seu comentário

Extrapolation – John MacLaughlin (1969)

Severino Araujo023

IMG_0001

John Mclaughlin - Extrapolation005

 

 

 

 

 

 

 

 

Extrapolation é o álbum de estréia do Jazz guitarrista John McLaughlin .
Foi gravado no Advision Studios em Londres em 18 de janeiro de 1969 e lançado pela
primeira vez no final daquele ano por Giorgio Gomelsky ‘s Marmalade Records .
O álbum não foi lançado nos EUA até 1972, após o sucesso de McLaughlin como o líder da Mahavishnu Orchestra . 

O primeiro lançamento nos EUA e todas as outras re-edições posteriores estão na Polydor Records rótulo.

Todas as faixas foram compostas John McLaughlin.

“Extrapolation” – 2:57

“It’s Funny” – 4:25

“Arjen’s Bag” – 4:25 (re-titled Follow Your Heart when recorded the following year
with Joe
Farrell, and by McLaughlin solo on My Goal’s Beyond)

“Pete the Poet” – 5:00

“This Is for Us to Share” – 3:30

“Spectrum” – 2:45

“Binky’s Beam” – 7:05 (This track is often listed incorrectly as “Binky’s Dream”)

“Really You Know” – 4:25

“Two for Two” – 3:35

“Peace Piece” – 1:50

Músicos

John McLaughlin – guitar
Brian Odgers ( o sobrenome “Odges” está incorreto no album ) – bass
Tony Oxley – drums
John Surman – sax baritone e sax soprano saxophones

Publicado em My Sounds | Deixe o seu comentário

Tico Jazz – Trilha sonora do filme Zuzu Angel. por Cristóvão Bastos

10354746_323884411103526_8562238976658506019_n

Publicado em CRRochaGuitar Channel-(My Videos) | Etiquetas , , , , | Deixe o seu comentário

Guitarrista Pedro Araújo na area

Foto para Email_domrocha092

“Pedro Araújo é um músico completo e de muito bom gosto. Guitarrista virtuoso, toca com naturalidade e sentimento. Seus arranjos emolduram com musicalidade e lirismo suas ideias, mostrando a altíssima qualidade do seu trabalho. Pedro é um verdadeiro craque!”
Leo Gandelman – Saxofonista

Em pouco mais de dez anos de carreira, grande parte dedicada à música instrumental, com dois discos autorais e o reconhecimento de músicos consagrados, Pedro Araujo vem conquistando seu espaço entre os grandes nomes da guitarra brasileira.

No seu segundo disco, RAIZ, Pedro interpreta composições inéditas e faz releituras de músicas do cancioneiro popular da sua terra natal, São Luís do Maranhão. Sendo também arranjador, Pedro usa de variadas formações instrumentais para colorir os arranjos dando às canções atmosferas diversas, destacando-se “Cheiro do Jasmim”, um arranjo orquestral, e “Tsunami”, arranjada pra big band.

pedroaraujo2013-fotoDo disco, inteiramente instrumental, participam músicos como Rui Alvim, Cassius Theperson, Dudu Viana, Danilo Sinna, Eduardo Neves, Carol Panesi, e muitos outros…

“Suas composições têm algo de refinamento, linhas melódicas bem definidas e apreciação pelo detalhe nos arranjos. Raiz, o presente álbum, é recheado de motivos sonoros, um passeio pelo universo de ritmos e canções que apontam para o caminho de maturidade do artista.”
Jota Carlos – produtor e crítico musical da Rádio MEC

Publicado em CRRochaGuitar Channel-(My Videos) | Etiquetas , , , , | Deixe o seu comentário

Escala de Dó Maior nas 7 Regiões

Escala de Dó Maior – 3 notas por corda nas 7 Regiões do braço da guitarra(ou violão).

Publicado em My Sounds | Deixe o seu comentário

Miniaturas n° 5 e 6 by Carlos Roberto Rocha

Tv JacareZine/Papo de Músico #1 – Carlos Roberto Rocha – Miniaturas n°5 e 6

Publicado em My Sounds | Deixe o seu comentário

Parker e Dizzy num raro video de 1951__Imperdível

Música :. Hot House

Publicado em My Sounds | Etiquetas , , , | Deixe o seu comentário